google-site-verification=lRHEWCH_lhUcC3jfPGqtqzJYWrTKG3-D4icy5WBVWXU
Nosferatu
Caterina Palazzi
Nosferatu

GRANDE PLANO

"Nosferatu, o Vampiro"

De Friedrich Wilhelm Murnau

Musicado por Caterina Palazzi

11.10 | 21h30 | Cinema Charlot – Auditório Municipal

"Nosferatu, o Vampiro" é a primeira (e, para muitos, a mais bela) das inúmeras adaptações para cinema do conde Drácula, de Bram Stoker.


Trata‑se de uma adaptação bastante livre que, por questões autorais, viu todos os nomes alterados e a ação mudar de Londres para a cidade fictícia de Wisborg, na Alemanha.


"Nosferatu" é um filme de luzes e de sombras, de contrastes violentos entre a luz do dia e as trevas da noite. Algumas das imagens mais célebres do filme são, justamente, imagens de sombra – como a imagem da sombra de Nosferatu, com a sua pose assustadora e garras afiadas, subindo as escadas em movimentos estranhos – e imagens de luzes, umas mais pálidas e misteriosas – como a luz da Lua sobre o mar – e outras libertadoras – como o magnífico nascer do dia no final do filme.


O filme de Murnau tornar-se-ia uma das suas mais famosas obras, gerando imagens icónicas que ainda hoje são reconhecíveis, mesmo por aqueles que nunca viram o filme.
(Institute F. Murnau | Tradução Legendários)

FICHA TÉCNICA

Título Original "Nosferatu, Eine Symphonie des Grauens" Realizador Friedrich Wilhelm Murnau País Alemanha Ano 1922 Duração 92’ Elenco Max Schreck, Gustav von Wangenheim, Greta Schröder, Alexander Granach Argumento Henrik Galeen Fotografia Fritz Arno Wagner, Günther Krampf Produção Enrico Dieckmann, Albin Grau Música Caterina Palazzi

 
  • Facebook Município de Setúbal
  • Instagram Film Fest

©2020 Film Fest

Câmara Municipal de Setúbal

Nosferatu